17/05 – 22/06 :: Temporada Cidade Correria + Jongo Mamulengo :: Teatro Ipanema

Temporada dupla do Coletivo Bonobando com Jongo da Serrinha e Cordão do Boitatá no Teatro Ipanema de 17 de maio a 22 de junho:

Quartas e quintas às 20h – Cidade Correria
Sábados e domingos às 16h – Jongo Mamulengo

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia)

Cidade Correria

CIDADE CORRERIA é um espetáculo sobre a cidade. A dramaturgia é fruto de trabalho radicalmente coletivo, inspirada em imagens, filmes, situações cotidianas, histórias de vida e contos literários. O espetáculo não é uma história, é uma invasão, um transbordamento de nossas urgências cotidianas, nossas contradições, alegrias, delírios, feridas e potências. Uma cidade inventada, em deriva, que poderia ser a nossa cidade, ou qualquer cidade. Sejam bem-vindos à cidade caos, cidade contradição, cidade maravilhosa, cidade impedida, cidade carnaval, cidade invenção, cidade revolução. Cidade Correria.

CORRERIA

Ficha Técnica:
Dramaturgia e texto: Coletivo Bonobando
Com: Daniela Joyce, Hugo Bernardo, Igor da Silva, Jardila Baptista, Karla Suarez, Livia Laso, Marcelo Magano, Patrick Sonata, Thiago Rosa, Vanessa Rocha. Atriz substituta: Camila Krishna.
Direção: Adriana Schneider e Lucas Oradovschi
Metodologia de dramaturgia: Adriana Schneider
Direção de movimento: Cátia Costa e Mariana Mordente
Direção musical e trilha original: Ricardo Cotrim
Funk “Xô sai pra lá”: Marcelo Magano e Ricardo Cotrim
Direção de arte: Fabiana Mimura
Iluminação: Lelê Santiago e Nina Balbi
Preparação corporal: Cátia Costa
Treinamento de máscaras balinesas: Lucas Oradovschi
Assistência de arte: Filipe Duarte
Direção de produção: Karla Suarez
Produção executiva: Marcelo de Brito
Assistência de produção: Hugo Bernardo, Joyce Torres, Lívia Laso, Thiago Rosa e Vanessa Rocha
Comunicação: Hugo Bernardo, Karla Suarez, Lívia Laso e Marcelo Magano
Assessoria de imprensa: Racca Comunicações
Artes: Alcinoo Giandinoto
Textos da pesquisa: O bebê de tarlatana rosa, de João do Rio; A última chuva do prisioneiro, de Mia Couto; O duelo entre a criança que diz sim e a cidade que diz não, de Thiago Rosa; Banzeiro, de Ricardo Cotrim; Cidade Correria 1, de Thiago Florencio; Cidade Correria 2, de Daniel Guimarães.

Serviço
Teatro Ipanema: Rua Prudente de Moraes, 824, Ipanema
Telefone: 2267-3750
Temporada: de 17 de maio a 22 de junho
Dias e horários: quartas e quintas, às 20h
Preço: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)
Lotação do teatro: 192 pessoas
Duração: 1 hora
Classificação indicativa: 12 anos

Jongo Mamulengo

Jongo Mamulengo conta um pedaço da grande história do samba carioca. Nosso brinquedo celebra, com muita alegria, o jongo, o Morro da Serrinha e o Império Serrano. O espetáculo é uma brincadeira de bonecos de mamulengos feitos especialmente pelo mamulengueiro Zé Lopes, da Zona da Mata pernambucana. Vovó Maria Joana, Tia Ciata, Dona Ivone Lara, Mestre Darcy, Aniceto do Império, Silas de Oliveira, Clara Nunes e muitos outros ganham vida nas mãos dos atores do Coletivo Bonobando. As cantoras do Jongo da Serrinha e músicos do Cordão do Boitatá se juntam na brincadeira cantando tesouros da nossa música. Vem brincar com a gente! E viva a cultura popular brasileira!

Dramaturgia e texto: Coletivo Bonobando
Com: Karla Suarez, Lívia Laso, Marcelo Magano, Patrick Sonata e Thiago Rosa
Músicos: Anderson Vilmar, Cristiane Cotrim, Lazir Sinval, Luisa Marmello, Luiz Flavio Tournillon Alcofra e Thiago Queiroz
Direção e metodologia de dramaturgia: Adriana Schneider
Colaboração: Lucas Oradovschi
Bonecos: Mestre Zé Lopes, Adrianna Trivelato e Thiago Rosa
Direção musical: Lazir Sinval, Luisa Marmello e Ricardo Cotrim
Figurino, cenário e adereços: Adrianna Trivelato
Iluminação: Lelê Santiago e Lucas Oradovschi
Concepção do projeto: Dyonne Boy
Produção: Karla Suarez
Assistência de produção: Damiana Alves
Produção executiva: Dyonne Boy e Marcelo de Brito
Comunicação: Hugo Bernardo, Karla Suarez, Lívia Laso e Marcelo Magano
Assessoria de imprensa: Racca Comunicações
Artes: Alcinoo Giandinoto
Realização: Coletivo Bonobando, Cordão do Boitatá, Jongo da Serrinha e Grupo Pedras de Teatro

Serviço:
Teatro Ipanema: Rua Prudente de Moraes, 824, Ipanema
Telefone: 2267-3750
Temporada: de 27 de maio a 18 de junho
Dias e horários: sábados e domingos, às 16h
Preço: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)
Lotação do teatro: 192 pessoas
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: livre

Sobre o Coletivo Bonobado
O Coletivo Bonobando é um projeto pioneiro na cidade, com uma metodologia baseada na interlocução entre os saberes locais e acadêmicos. Formado pelas relações em rede, o grupo trabalha para a construção do conhecimento compartilhado e, através da arte, abordar questões contundentes do Brasil contemporâneo, redimensionando as fronteiras entre estética e política. Criado em 2014, o coletivo foi o primeiro a surgir a partir de uma residência artística em uma das arenas municipais, a Arena Carioca Dicró, na Penha.

Sobre o Jongo da Serrinha
O Grupo Cultural Jongo da Serrinha é uma organização social criada no bairro de Madureira, Zona Norte do Rio, que promove ações integradas entre cultura, arte, memória, desenvolvimento social, trabalho e renda. Há 13 anos se tornou oficialmente uma Associação Sem Fins Lucrativos e vem atuando em parceria com o poder público, privado e instituições internacionais para a promoção do jongo como patrimônio imaterial do Sudeste e seus desdobramentos sociais para desenvolvimento humano. Nasceu no fim dos anos 60, a partir da preocupação do Mestre Darcy da Vovó Maria, com a extinção do jongo na cidade do Rio. Os moradores do Morro da Serrinha, em Madureira, começam a ensinar crianças, artistas e universitários a praticar o jongo e inovando em termos musicais introduzindo harmonia em seus arranjos.

Sobre o Cordão do Boitatá
Criado em 1996, o Cordão do Boitatá tem como referência a diversidade cultural da música e das festas populares brasileiras. Boitatá é uma palavra de origem tupi-guarani, que significa cobra de fogo. O grupo teve um papel essencial na retomada e na revitalização do Carnaval de rua da cidade. Desde 1997, o bloco circula pelas ruas do Rio Antigo, proporcionando uma acústica perfeita, já que o percurso é realizado sem caixas de som. Ao longo dos anos, a festa se adaptou ao crescente número de foliões, recriando seu formato e prevendo maneiras de tornar a folia criativa artisticamente e responsável socialmente. O Carnaval do Cordão do Boitatá é dividido em dois momentos: o pré-carnaval com um cortejo e o tradicional Baile Multicultural do Cordão do Boitatá, em palco na Praça XV, no domingo Momo.

Agradecimentos: Aidyl Schneider, Amora Pêra, Ana Achcar, Ana Santos, Apolo de Souza, Berro Inc, Betinho Casas Novas,
Breno Soares, Bruno Espírito Santo, Caio Ferraz,Cia. Os Bondres, Comunidade da Vila Cruzeiro, Contrabando de Teatro, Damiana Alves, Escola de Teatro Martins Pena, Espírito Nu, Fabiana Mello Souza, Grupo Pedras de Teatro, Gustavo Guimarãens, Helena Stewart, Joyce Torres, Juliana Jardim,Juliana Portella
Juliana Vicente, Julio Adrião, Karina de Abreu, Leonardo Rodrigues, Luiz André Alvim, Lukash Weglinski, Marcello Alves, Marcelo de Barros, Marcelo Silva, Maria Mazzillo, Mestre Zé Lopes, Pedro Cavalcante, Priscila Martino, Rafael Cevidantes, Rodrigo Penna, Rodrigo Savastano, Snir Wein, Teatro de Operações, Thiago Florencio,Vó Tininha, Wagner Ágape, Wagner Novais e Wanda Araujo.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s